Saúde:O Segredo Indiano para Dores Articulares!

Saúde:O Segredo Indiano para Dores Articulares!

Pesquisadores Ingleses afirmam: “isso é essencial para aliviar inflamações e dores articulares “

Acordar e ter medo de sair da cama por causa das dores nos joelhos, costas, quadris, mãos ou juntas.

Não conseguir simplesmente abaixar para apanhar um objeto que caiu da sua mão porque não conseguiu ter firmeza nos dedos.

Quem sofre de dores articulares como Artrite, Artrose, Fibromialgia ou Reumatismo sabe bem como é ser taxado(a) de rabugento(a), preguiçoso(a) ou até de chato por não querer ir há alguns lugares, simplesmente por medo das dores terríveis no corpo.

Além das dores insuportáveis, outra parte ruim é tomar inúmeros remédios anti-inflamatórios e analgésicos que apenas aliviam temporariamente a dor terrível, que acabam prejudicando o fígado, o rins e ocasionando efeitos colaterias.

A boa notícia é que pesquisadores Ingleses finalmente encontraram uma solução para ajudar a combater as inflamações das articulações, de maneira eficaz e sem efeitos colaterais.

Pesquisadores Ingleses que estudam sobre dores crônicos articulares há 15 anos, descobriram que problemas articulares como Artrite, Artrose, Fibromialgia e outros, é um problema mundial, e que cerca de 70% a 80% da população mundial ao envelhecer possuem algum problema articular.

E nos últimos 10 anos descobriram outro fato preocupante. Pessoas com artrite reumatoide tendem a desenvolver problemas cardiovasculares se não tratada de forma correta.

Porém em uma de suas pesquisas, eles descobriram que na Índia esse índice era menor, apenas 20 a 30% da população sofria das terríveis dores articulares.

Esse fato curioso sobre a Índia fez com que os pesquisadores dessem ênfase nas pesquisas sobre os Indianos e o motivo deles não sofrerem tanto com as inflamações e dores articulares.

E após anos de pesquisas, eles descobriram o grande segredo para ajudar a combater as dores articulares e inflamações é a Cúrcuma de alta biodisponibilidade combinado com a Piperina concentrada . Na Índia a Cúrcuma de alta biodisponibilidade e a Piperina, que é o extrato da Pimenta preta, são suplementos comuns na casa de qualquer indiano.

Mas como descobriram isso? Inicialmente os pesquisadores pensavam que o segredo estava na Cúrcuma de alta biodisponibilidade (que só é produzido na Ìndia, China e Japão), e fizeram o seguinte teste: Separaram 2 grupos de 50 pessoas cada. O grupo 1 iria consumir duas cápsulas de Cúrcuma de alta biodisponibilidade diariamente e o grupo 2 iria ingerir 2 cápsulas de farinha durante 3 meses.

Mas o resultado não foi bem o esperado, o grupo 1 teve apenas 7 pessoas tiveram um resultado de 23% de alívio das dores, e o grupo 2 como esperado não teve melhora significativa.

Inconformados com o resultado, eles fizeram mais um teste. Novamente 2 grupos de 50 pessoas, dessa vez o grupo 1 iria tomar duas cápsulas contendo Cúrcuma com alta biodisponibilidade e Piperina concentrada, enquanto o Grupo 2 iria seguir usando cápsulas com farinha.

E após três meses os resultados foram impressionantes. 34 pessoas do grupo sentiram um alívio de 95% das dores articulares, enquanto as outras 16 pessoas apresentaram uma melhora de 50% a 65% de alívio das dores.

Os pesquisadores de fato descobriram o segredo para ajudar no combate as inflamações e dores articulares, para enfim ajudar milhares de pessoas que sofrem de Artrose, Artrite, Reumatismo e Fibromialgia.

Após a publicação da pesquisa e resultados dos pesquisadores Ingleses, vários outros cientistas e pesquisadores de todo o mundo começaram a estudar e testar esses compostos juntos.

Foi confirmado também através de um artigo publicado pelo Dr. Aggarwal que esses dois compostos juntos tem o poder antioxidante e anti-inflamatório, melhor e mais potente que do que alguns remédios como: Diclofenaco, advil, prednisona e prednisolona, porém, sem efeitos colaterais.

Tudo isso para acelerar o processo de desinflamação seja no caso da Artrite ou Artrose, causando um alívio das dores nas primeiras semanas de uso.

deixe seu comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *